Auxílio Brasil: 437 famílias de Malhador são contempladas; confira a relação e o calendário


O Auxílio Brasil é um programa de transferência direta e indireta de renda, destinado às famílias em situação de pobreza e de extrema pobreza em todo o país, de modo que consigam superar a situação de vulnerabilidade social.


O benefício irá substituir o Bolsa Família e trará ampliações no número de beneficiários e na média de pagamento.


De acordo com as informações vinculadas pelo governo, a proposta para o Auxílio Brasil é ampliar o número de beneficiários, passando de 14,6 milhões para cerca de R$ 17 milhões. Dessa maneira, aqueles que já são beneficiados pelo Bolsa Família serão remanejados, de forma automática, para o novo programa.


Em Malhador, haviam 2.075 beneficiários do Bolsa Família, com a inclusão desses 437, o município passa a ter 2.548 famílias beneficiadas.


Clique aqui e confira a relação completa dos novos contemplados de Malhador.


Calendário de pagamento


O calendário de pagamentos de 2022 tem início no dia 18 de janeiro. Para saber em que dia o benefício fica disponível para saque ou crédito em conta bancária, a família deve observar o último dígito do Número de Identificação Social (NIS), impresso no cartão de cada titular. Para cada final do NIS há uma data correspondente (confira o calendário abaixo).


As novas famílias incluídas já começaram a receber notificações desde a última semana. Ao entrar no programa, elas recebem, via Correios, no endereço informado durante o cadastramento, duas cartas da CAIXA: a primeira é um informativo com orientações gerais, enquanto a segunda traz o Cartão Auxílio Brasil.


O cartão é gerado automaticamente em nome do responsável familiar. Com ele, é possível sacar o valor integral do benefício ou fazer saques parciais. Além disso, o beneficiário pode movimentar os recursos pelo aplicativo Caixa Tem, com opções de pagar contas, fazer transferências, conferir extrato e outros serviços. As parcelas mensais do Auxílio Brasil ficam disponíveis para saque por 120 dias após a data indicada no calendário. Os beneficiários podem conferir no extrato de pagamento a “Mensagem Auxílio Brasil” com o valor do benefício.



Ingresso e permanência


Podem participar do Programa as famílias em situação de pobreza ou extrema pobreza que tenham, em sua composição, gestantes, nutrizes (mães que amamentam), crianças, adolescentes e jovens entre 0 e 21 anos incompletos.


As famílias extremamente pobres são aquelas que têm renda familiar per capita de zero a R$ 105,00 (cento e cinco reais). As famílias pobres são aquelas que têm renda familiar per capita de R$ 105,01 (cento e cinco reais e um centavo) a R$ 210,00 (duzentos e dez reais). O valor mínimo do Auxílio é de R$ 400,00 (quatrocentos reais).


A permanência no Auxílio Brasil depende, entre outras questões, do cumprimento de algumas condições que têm o objetivo de estimular as famílias a exercerem o direito de acesso às políticas públicas de assistência social, educação e saúde. Entre os critérios estão a frequência escolar mensal mínima de 60% para crianças de quatro e cinco anos de idade, e de 75% para as de seis a 21 anos, a observância do calendário nacional de vacinação instituído pelo Ministério da Saúde, o acompanhamento nutricional de crianças com até sete anos incompletos e do pré-natal para as gestantes.


Por Cleber Santos, com informações dos portais PMM, Gov.br e Terra