A primeira penetração da região em que se acha o território que hoje constitui o Município de Malhador processou-se em data posterior a 1620 e, provavelmente, por pessoas étnicamente ligadas aos colonizadores de Itabaiana. O significado etimológico do Topônimo do município, dá margem a se atribuir que a primeira povoação teve origem, como tantos outros municípios de Sergipe, em um curral (fazenda) de gado. Em 1920 Malhador ainda continuava como povoado pertencente ao Município de Riachuelo, no entanto, na Divisão Territorial Administrativa e Judiciária do Estado de Sergipe, de 1936, o povoado Malhador aparece como distrito, Termo daquele Município e era elevado à categoria de Vila.

Por força de disposição da Lei Estadual nº 525-A, de 25 de novembro de 1953, a Vila Malhador é elevada à categoria de cidade, porém, somente instalada em 31 de janeiro de 1955.

Gentílico: malhadorense

H2.jpg
H3.jpg
Malhador
FORMAÇÃO ADMINISTRATIVA

Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, figura no município de Riachuelo o distrito de Malhador. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1950. Elevado à categoria de município com a denominação de Malhador, pela lei estadual nº 525-A, de 25-11-1953, desmembrado de Riachuelo. Sede no antigo distrito de Malhador. Constituído do distrito sede. Instalado em 03-01-1955 Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído do distrito sede.

ORIGEM DO NOME

As matas já cobriam as terras de Malhador, as sombras destas árvores serviam de abrigo e descanso para os viajantes e seus animais. O gado pastava, descansava e ruminava. Em torno desse ponto de descanso de viajantes e Malhador de gado, surgiu um ponto de compra, troca e venda que foi crescendo e logo chegou a povoado. Etimologicamente, o termo Malhador significa: Lugar plano onde o gado se deita para descansar. Pelo significado etimológico do nome, pode-se dizer que a primeira povoação teve origem como ocorre com os outros municípios de Sergipe em curral de gado ou mesmo uma grande fazenda. Segundo os seus mais antigos moradores, tentaram uma vez muda seu nome e chamá-la de São josé, mas não deu certo, a tradição e o povo falou mais alto. O tempo passou e o nome ficou.

Fonte: http://sergipecc.blogspot.com